quarta-feira, 30 de julho de 2014

Primeiros passos com Storyboards no iOS












Crias telas de um aplicativo com agilidade e facilidade nunca foi um trabalho muito fácil ou simples.
Desde que o recurso de storyboards entrou no Xcode, tudo isso mudou.
Quer aprender a criar suas telas com agilidade e facilidade ?
Então vamos lá....


Criando o primeiro aplicativo para iPhone












São poucas as plataformas que permitem criar um aplicativo com tanta facilidade quanto a plataforma iOS.
Nesse tutorial vamos criar nosso primeiro aplicativo para iPhone.
Caso você não tenha instalado o Xcode, dê uma olhada alguns artigos atrás.
Vamos em frente...


Instalando o XCode 5.1












Olá pessoal, bem vindos ao primeiro tutorial de iOS !
Nesse primeiro artigo vamos fazer a instalação do XCode.
Antes de tudo, o XCode é a ferramenta (IDE) de desenvolvimento nativo para aplicativos da plataforma (iOS). Ele é gratuito e pode ser obtido através da Apple Store.
Dai vem a seguinte pergunta:
- "Ele pode ser instalado no Windows ?"


quinta-feira, 24 de julho de 2014

Realidade aumentada com Android e Vuforia SDK












Vuforia SDK, guarde esse nome !
Há algum tempo estava pesquisando sobre SDKs de realidade aumentada e resolvi testar essa ferramenta fantástica de desenvolvimento.
Nesse tutorial vou ensinar como baixar todos os recursos necessários e preparar todo o ambiente para o desenvolvimento com esse SDK.
Vamos compilar o projeto desse aplicativo... http://www.youtube.com/watch?v=42MvJ1QgPz8 (ImageTargets).
Ele funciona de uma forma muito interessante.
Na programação dele existe código nativo(ndk), que faz reconhecimento de imagens e projeta no espaço reconhecido um modelo 3D e toda a movimentação da câmera física interfere na câmera do modelo 3D.
Assistam o vídeo... com certeza vai ser mais fácil de entender. :)
Vai encarar essa? Então aí vamos...

Banco de dados avançado fácil e rápido com ORM no Android











Olá amigos, vamos a mais um artigo sobre como trabalhar com Android e banco de dados.
Caso você não tenha lido a primeira parte, sobre como criar a camada de acesso a dados, aí vai o link http://blog.mobsource.com.br/2014/07/banco-de-dados-facil-e-rapido-com-orm.html.
Nessa segunda postagem, vamos falar sobre conceitos mais avançados a respeito da ferramenta ORMLite.
Se você fez o exemplo do primeiro artigo, imagino que você tenha se perguntado: "OK, mas como uso uma clausula 'where', 'order' ou 'join'?".
Sem dúvida, essa é uma pergunta muito pertinente !
Na maioria das ferramentas ORM é possível executar todos esses comandos sem escrever nenhuma linha de código sql, no ORMLite não é diferente.
Para exemplificar, usaremos o projeto do artigo anterior, ok?
Vamos fazer mais exemplos?


Trabalhando com JSON no Android


O formato JSON além de ser o mais leve para o intercâmbio de dados computacionais, também é suportado pelas bibliotecas nativas do Android.
Para aplicativos que fazem troca de dados online, com certeza esse é o formato mais indicado, pois sua aplicação irá transferir apenas os dados realmente necessários com uma quantidade muito pequena de bytes.
Caso você não conheça o formato JSON, aí vai uma boa referência... http://www.w3schools.com/json/default.asp.
Desenvolvedores que conhecem a linguagem XML sentirão muita facilidade em entender.
Mas vamos fazer um exemplo ?

Banco de dados fácil e rápido com ORM no Android












Ainda me lembro quando comecei a desenvolver Android e me deparei com documentações informando como acessar um banco de dados. (SQLite)
A primeira impressão foi: "Uau, parece ser bem simples".
E foi ! O único problema é que toda a camada de acesso a dados fica na responsabilidade do desenvolvedor e com isso muito código precisaria ser escrito para ter uma camada de dados consistente e de fácil entendimento e manutenção.
Por conta desse tipo de situação resolvi pesquisar há algum tempo, alguma ferramenta que desse ao desenvolvedor a facilidade de programar usando ORM.... ferramentas como o Linq da linguagem C#, Hibernate (e suas muitas variações).
No fim das contas acabei encontrando uma ferramenta muito boa, com portabilidade para Android e que simplifica toda a escrita da camada de dados de um projeto.

Entendendo o ciclo de vida de uma aplicação Android












Uma das maiores facilidades no desenvolvimento Android está ligado ao seu ciclo de vida.
A classe responsável pelo ciclo de vida de um aplicativo se chama Activity.
Ela é responsável pelo controle dos elementos visuais(e não visuais) de qualquer interface.
Por convenção, toda interface possui uma Activity associada e ela é quem determina o comportamento dos recursos visuais até o fim da aplicação (ou de uma tela).
O diagrama abaixo explica o ciclo de vida dessa classe.

Criando o primeiro aplicativo Android












Olá pessoal !
Antes de mais nada, esse primeiro projeto serve apenas como primeira experiência no desenvolvimento de aplicativos para a plataforma. Existem diversos outros conceitos que ainda serão abordados, com respeito a montagem da interface, boas práticas e dicas de programação.
Sendo assim, lá vamos nós. 

Instalando o Android SDK












Olá pessoal, neste primeiro artigo, vamos começar a instalar as ferramentas de programação para a plataforma Android.
Precisaremos dos seguintes aplicativos / SDKs:

- Eclipse
- Android SDK
- ADT